nextel suasemana

A peça aborda a história do dilúvio, desta vez na versão dos bichos.





Viver+Mulher

CHANEL

Suas criações de tailleurs, encantaram mulheres influentes




imprimir A+ A-
Jocasta Palombino

por Jocasta Palombino
21/11/2013

Fotos/imagens:
Divulgação




Moda, não é tudo na vida de uma mulher, mas esta mulher, fez da moda a sua vida!

stamos falando de Gabrielle Bonheur Chanel, ou simplesmente: COCO CHANEL, apelido dado por seu pai, desde pequena.

A estilista francesa, influenciou o mundo com suas criações e fundou uma empresa milionária no segmento da moda.
Apesar de confeccionar para alta sociedade, tinha origem humilde, após a morte da mãe foi "internada" em um colégio interno, de educação religiosa, permanecendo até os seus 18 anos, reclusa da sociedade.
Aos 20 anos, longe das grades do Instituto Educacional, começou a dar suas primeiras alfinetadas, trabalhando como costureira em uma loja de enxovais.
Também aos 20 anos, tem sua primeira desilusão amorosa, poucos meses depois, de ir morar com um herdeiro de uma famosa fábrica de uniformes militares. Mas, como toda mulher, ela não desistiu do amor e em 1910 conheceu em Paris, aquele que seria seu príncipe encantado: o milionário Arthur Capel, que a ajudou a abrir seu primeiro negócio, a loja de chapéus.
Infelizmente nem só de alegrias vive a mulher, e a decepção bateu novamente à porta da nossa fashionista, seu marido Arthur, faleceu em um acidente de carro, porém apesar da tristeza Coco, abriu sua segunda loja de costura e além de confeccionar chapéus, passou também a fazer moda para praia e para montar a cavalo, além de inventar a primeira calça feminina.
Apesar das perdas, o amor sempre esteve presente na vida desta esplêndida mulher, servindo até mesmo de inspiração para suas criações. Foi o que aconteceu quando se apaixonou pelo pobre príncipe russo Dmitri Pavlovich, suas coleções passaram a ter elementos folclóricos da Rússia.

Além das roupas, em 1920, lançou o perfume mais famoso do mundo o Chanel nº5

Na Segunda Guerra Mundial, envolve-se com um alemão, e esta união não foi muito bem aceita entre os seus amigos e clientes, o que acabou levando Coco a sair da França e ir para Suiça. Suas criações de tailleurs, encantaram mulheres influentes, em diversos continentes, como a mulher do Presidente dos Estados Unidos, Jackie Kennedy.

Morreu em 1971, em Paris, cidade que voltou a viver. Sua trajetória de vida nos mostra que a vida não é fácil pra ninguém, mas que mulheres de garra se superam, atravessam os oceanos de incertezas, preconceitos e mostram ao que vieram: ser felizes, acima de tudo!







instagram
Youtube
Google+


Top